Hérnia Inguinal: por que o diagnóstico é mais difícil em mulheres?

Posted on Postado em Artigos

A hérnia inguinal é caracterizada por desconforto e abaulamento na região inguinal, porém, em mulheres, pode não ocorrer abaulamento, mas apenas uma dor crônica na região inguinal – as chamadas hérnias ocultas – o que dificulta muito o diagnóstico correto.

A hérnia oculta pode se manifestar como uma dor aguda na vagina, costas, flancos, coxas e ao redor do quadril. Situações como evacuação, bexiga cheia, período menstrual ou relações sexuais, assim como esforços físicos, podem gerar ou aumentar a dor. 

Quando essas dores são relatadas, sem a presença de abaulamento na região inguinal, as suspeitas recaem para problemas mais comuns como endometriose, cistos de ovário, miomas e outras alterações pélvicas, o que atrasa o diagnóstico correto de hérnia.

Para que o diagnóstico correto seja feito, é preciso, além de grande suspeição por parte do médico, a realização de exames de imagem, como ultrassonografia da região inguinal e ressonância magnética da pelve.

Em caso de dor crônica na região inguinal, procure um cirurgião para uma melhor avaliação!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *