Hiperplasia Nodular Focal (HNF): entenda o segundo tumor benigno mais frequente do fígado

Posted on Postado em Artigos

A Hiperplasia Nodular Focal (HNF) é um dos tumores benignos mais comuns no fígado, atrás apenas do hemangioma hepático. Este tumor se forma como uma resposta regenerativa ou hiperplásica à hiperperfusão, provavelmente associado a uma anomalia vascular – de fato, uma artéria anômala no centro da lesão é comumente identificada.

A HNF pode ocorrer em ambos os sexos, mas é 8 vezes mais comum em mulheres, principalmente entre 20 e 50 anos de idade, o que sugere uma associação com o uso de anticoncepcionais.

Normalmente assintomática, costuma ser descoberta incidentalmente em outros exames de imagem da região. Para confirmação diagnóstica, o melhor exame é a ressonância magnética, com uso de contraste hepato específico.

Não é associada a malignização e poucos casos apresentam indicação de tratamento cirúrgico, normalmente quando o nódulo é muito volumoso e causa desconforto ou compressão de outro órgão, ou quando há dúvida do diagnóstico.

Mesmo sem indicação de cirurgia, a HNF deve ser acompanhada com exames de imagem a cada 1-2 anos, para ter certeza de que não há alteração do aspecto da lesão.

Em casos de dúvidas sobre nódulos hepáticos, procure avaliação médica de qualidade, com um especialista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *